GRAN RAMOS
MÁRMORES - GRANITOS - SILESTONES    Ipiranga +11 5061 7368 | WhatsApp +11 98999-8225 vendas@granramos.com.br

As vantagens do piso de mármore e de granito

9 fev

apa_-_area_social_._90_._a_-_12

O enorme número de itens de acabamento que uma construção possui, junto com a minimização dos custos do projeto em geral, costumam levar arquitetos e engenheiros a escolher pisos de material popular para cortar gastos.
Porém, dependendo do ambiente que se está revestindo com o material, do uso que se fará deste ambiente, ou mesmo do efeito estético que se deseja criar, estes pisos podem se tornar uma opção desvantajosa tanto por aspectos econômicos quanto estéticos e de manutenção.

Existem duas opções de material que possuem custo maior, porém oferecem grandes vantagens no longo prazo: o granito e o mármore. Neste artigo, analisaremos as vantagens do uso de cada um.

Desvantagens dos pisos de material popular

Os tipos de pisos mais usados por quem está fazendo o acabamento de uma construção são os cerâmicos e o porcelanato. Tal escolha costuma ser feita pelo baixo preço destes materiais. Contudo, tal escolha pode ser desvantajosa no longo prazo, devido aos problemas encontrados listados abaixo:

  •  – Baixa resistência a impactos e a riscos;
  •  – Susceptibilidade a manchas;
  •  – Perda de brilho com o tempo.

Estes problemas podem levar a uma necessidade de troca mais freqüente do material, além de prejudicar o efeito estético do acabamento no período entre-trocas.

Existem duas opções de piso que se oferecem como alternativas na busca de uma maior resistência do material ou de durabilidade do seu brilho/beleza.

Quando se deseja fazer o acabamento de um ambiente externo, ou de um ambiente bastante susceptível a impactos, abrasão e outros danos físicos, a escolha de um piso de granito pode trazer um custo-benefício maior ao longo do tempo.

Já para ambientes internos, cujo objetivo arquitetônico é trazer um ar de grande elegância e requinte, a opção do mármore é uma forte candidata, pois emula o efeito de obras de arte clássicas que também foram feitas com o material.

A seguir, abordaremos as duas opções em maiores detalhes.

Pisos em GRANITO

Post01a (1)

O granito é uma rocha constituída de feldspato, quartzo e mica. Como um material de desenho refinado, mas também muito duro, ele costuma ser usado de maneira bastante versátil tanto em ambientes internos quanto externos. Sua estrutura o torna resistente a diversos tipos de dano, conforme detalhado abaixo:

  •  – Menor absorção de água;
  •  – Resistência a desgaste abrasivo;
  •  – Proteção natural a ataques químicos.
  •  – Uma das grandes vantagens do granito é sua capacidade de ser polido várias vezes em caso de mancha ou risco, o que prolonga sua vida útil e permite uma solução de baixo-custo para a renovação do material, sem a necessidade de trocar todo o piso.

Além disso, o material é de fácil limpeza. Sabão neutro e pano úmido podem ser usados no dia a dia sem risco de manchar o material.

O granito é considerado um produto nobre para decoração de interiores e exteriores. É portanto recomendado a qualquer empreendimento que deseja um material resistente que não tenha um custo elevado demais e ainda assim seja apreciado como piso nobre.

Pisos em MÁRMORE

O mármore é uma rocha ornamental constituída de calcita, um dos constituintes do calcário. Historicamente, foi usado em muitas esculturas e construções clássicas, como por exemplo os famosos Mármores de Elgin.

Ambientes de acabamento de mármore transmitem um ar de limpeza, devido à sua cor clara, e de extrema elegância.

Considerado um material “frio”, é rotineiramente usado em locais de clima tropical, onde o contato da pele com a superfície do piso ajuda a diminuir a sensação de calor.

Em comparação com o granito, porém, o mármore possui um custo relativamente maior. A esta desvantagem soma-se sua menor resistência a diversos fatores que danificam seu acabamento.

Por ser um material mais mole e menos resistente que o granito, o mármore pode ser riscado facilmente. Sua resistência ao desgaste, abrasão e ataques químicos por soluções ácidas também acaba sendo menor. Por esta razão, não costuma ser usado em ambientes de muito trânsito ou de muito impacto no solo.

O mármore é um material poroso, e por isso a sua absorção de água é maior do que o granito ou outros materiais, tornando-o mais suscetível a manchas e ao escurecimento. Por esta causa, seu uso não é recomendado em locais freqüentemente expostos à água, como pisos de cozinhas ou banheiros. Ambientes externos também não são recomendados, devido à ação corrosiva da chuva.

Um uso alternativo do mármore costuma ser feito no revestimento de paredes, pois seu peso é menor que o do granito. Este fato, junto com todas as comparações feitas anteriormente, não inviabilizam o uso do mármore como piso. Contudo, pedem que a escolha do mármore seja mais criteriosa devido a todas as razões listadas.

Neste artigo avaliamos as vantagens do uso de granito e de mármore como alternativas aos pisos de materiais mais populares, tendo em vista o aumento do custo-benefício de seu investimento em acabamento, o aumento da beleza do acabamento e de sua durabilidade. Para mais informações sobre as formas, cores e outras opções de pisos de granito ou de mármore, consulte um de nossos especialistas!

Até a próxima!

BANNERS-TEMÁTICOS-04

 
 
Copyright © 2016 | Studio Xang
Chat